“A pintura é uma gravação da emoção” Edward Hopper
Seção > Artistas > Nerival Rodrigues

 http://www.artbizshopping.com.br/data/arquivos/downloads/Nerival.jpg

NERIVAL RODRIGUES - Curriculo e Obras

Nasceu em Garanhuns. PE - Brasil. em 23/12/1951. Viveu parte de sua juventude em ambiente de fazendas e pequenas cidades do interior brasileiro. Sua vocação para a arte despertou cedo, logo aos nove anos de idade, durante as aulas de Educação Artística do 1° Grau escolar. Foi no ambiente interiorano que o artista autodidata buscou fundamentar a temática para as suas obras. No início trabalhou com guache, aquarela e lápis-de-cor. Em 1968 passa a trabalhar na técnica a óleo sobre tala, que adotaria como definitiva na sua carreira.

Durante os primeiros 15 anos de pesquisas, em seu trabalho como artista amador, sobrevivia de várias atividades: foi lavrador, vendedor de frutas, verduras e doces como ambulante. Trabalhou em oficina de confecção de sapatos e derivados de couro, em fábrica de charretes e carrocerias de caminhão. oficina de pintura publicitária etc. De 1970 a 1973 trabalhou na IBM do Brasil, em São Paulo e de 1974 a 1977 na NSK do Brasil, em Suzano. De 1978 a 1982 na Companhia Suzano de Papel e Celulose, seu último estágio como operário.

A partir de 1982 passa a viver exclusivamente da atividade artística, procurando desenvolver uma série de pesquisas mais acirradas rumo à pintura profissional.

Participou de vários projetos culturais no Brasil e no exterior.

Esteve em viagem profissional de pesquisa no Pantanal e também na Bolívia, em 1980.

Em 1982 passa a viver e pintar fixado no nordeste brasileiro, onde expôs e desenvolveu pesquisas nos Estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

Hoje Nerival Rodrigues é um cidadão do mundo, um verdadeiro artista, sem fronteiras, graças à qualidade de seu trabalho. Onde está, ali reside a sua arte, a sua cultura, a cultura do seu país, do seu estado natal, e a cidade onde nasceu. Desenvolve constantemente várias atividades culturais, com exposições coletivas e mostras individuais. Nerival Rodrigues é alguém que não descansa. Sempre com novas idéias, em 83 monta a mostra "Sertões do Brasil" na Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Em 1985 participa de vários projetos no Museu de Arte Contemporânea de Americana e Campinas.

Em 1986 inicia projetos na cidade de Londrina - PR, até o ano de 1987.

É a sua arte, a sua maneira de contar a sua vida que Nerival Rodrigues leva em todos os cantos, mostrando o seu Pernambuco, o seu olhar, o seu povo.

Em 1986 participa da mostra Internacional "BraziI/Hollanda", no World Trade Center de Amsterdam, e em 1987 recebe o prêmio "Palheta de Ouro" Internacional em Rabbat, Marrocos.

Em 1988 faz mostra individual na Galeria de Arte do Memorial JK, em Brasília - DF.

Em 1989 recebe o prêmio "Medalha de Prata" no Salón Libre de Viria dei Mar - Chile.

Em 1991 parte em excursão profissional para a América Central, onde desenvolve o projeto "Arte Brasil" na Casa de Cultura de Herédia, e volta no ano seguinte a convite do Embaixador brasileiro Jorge Luiz Rangel de Castro, quando mostra seu trabalho na sala Brasil da Embaixada e faz palestra para estudantes da UCR (Universidade de Costa Rica), além de participar do Simpósio "Cultura Latina em debate".

Em 1993 faz mostra individual no Hotel Meridien, no Rio de Janeiro. Participa, ainda, da Feira Internacional de Esportes do Brasil no Expo-Center Norte - São Paulo, promovida pelas empresas Pelé, Sports & Marketing e Lemos Britto - Congressos e Feiras. Nesse mesmo ano participa do Festival de Repentistas do CTN, em São Paulo.

Em 1994 é convidado a participar do projeto "Father of days, father of njght" de Isabel Bing, baseado em letras de músicas de Bob Dylan (projeto autorizado). No mesmo ano participa da mostra "Brasil, 500 anos - Uma janela para o futuro", no mezanino do Masp (Museu de arte de São Paulo) com o apoio do Bank Boston.

Em 1998 é convidado a participar do projeto "Vera Cruz, um sonho paulista", no MUBE (Museu Brasileiro de Escultura), em São Paulo, ao lado de artistas como Aldemir Martins, Gustavo Rosa, Antonio Carelli, entre outros, por ocasião dos 50 anos de aniversário da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, onde homenageou o ator e produtor cinematográfico Mazaroppi. Também nesse ano participou da mostra "Brazilian Art in Washington - USA".

Em 2000 faz viagem para Europa e expõe suas obras na cidade de Barcelona – Espanha e em Lisboa - Portugal.

Em abril de 2001, influenciado pelo que viu e sentiu na Europa, Nerival parte para um projeto um pouco mais ousado e ambicioso, quando idealiza e funda a Bienal de Arte do Alto Tietê.

Em 2003 faz mostra individual no Museu do Homem do Nordeste, da Fundação Joaquim Nabuco, em Recife, com o apoio do Ministério da Educação.

Em 2005 executa um mural de 120 m2 para o Cenesp (Centro de Negócios de São Paulo), na Rua 13 de Maio, 717 - Bela Vista - São Paulo.

Receba nossa newsletter
Com ótimas ofertas, dicas e novidades.

Artbiz Shopping
São Paulo - Brasil
Televendas: (11) 9 6061-6190.

-->
Powered by